Welcome, Guest. Please login or register.

Author Topic: Hope is in the Air  (Read 3962 times)

0 Members and 1 Guest are viewing this topic.

Offline Grace

  • Global Moderator
  • Veteran Member
  • *
  • Posts: 1981
Hope is in the Air
« on: May 21, 2009, 10:22:45 AM »

 
Eduardo Oliveira's blog talks about the AGU lMinister,Toffoli, who defends that in Sean's case, the Hague Convention needs to be followed.
 
Is it only me, or is anyone else feeling positive about this case now?
 
 
 
Advogado da AGU defende Haia no caso Goldman
 
Uma luz se abre no túnel escuro do Judiciário brasileiro, e nem tudo está perdido no caso Goldman.
 
No último final de semana, o Advogado-Geral da União, ministro José Antonio Dias Toffoli, declarou que o Brasil deve respeitar as leis internacionais no caso da retenção ilegal de Sean Goldman no Brasil.
 
"O Estatuto da Criança e do Adolescente do Brasil dialoga com o tratado de Haia", disse Toffoli.
 
Dois dados se destacam na afirmação: 1) O ministro falou para uma platéia de aproximadamente 2,5 mil profissionais e estudantes de Direito, durante a abertura do III Congresso Mundial de Direito Público, em Recife. 2) Ele defendeu o que é certo para todo brasileiro, e não para uma minoria privilegiada.
 
Se tivesse ocorrido o contrário, disse Toffoli, sendo uma criança nascida no Brasil com pai brasileiro e mãe norte-americana falecida, por exemplo, a Convenção de Haia determinaria que o filho ficasse com a família brasileira.
 
Outro conceito defendido pelo ministro – e que já foi exposto aqui pelo juiz federal Roberto Wanderley Nogueira – é que "o Presidente da República possui a atribuição de dar ciência à população de leis e tratados consolidados e que a AGU tem esse papel." Ou seja, a presidência tem que agir.
 
“"Tudo isso é lei vigente no Brasil. E o número de tratados e normas internacionais que entram em vigor no país aumenta potencialmente", adicionou ele.
 
As opiniões do ministro chegaram aos ouvidos de Sergio Tostes, o advogado da família brasileira de Sean.
 
Segundo a revista “Veja,” Tostes teve uma reunião tão rápido quanto ríspida com Toffoli.
 
“Tostes queixou-se do que considerou envolvimento excessivo da AGU numa questão que envolve um brasileiro nato. Toffoli disse que trabalhava para o seu cliente, ou seja a União,” publicou a revista.
 
Nas poucas palavras acima, Toffoli teve mais coragem de defender a verdade do que toda a Inter-American Bar Association, que recitou, em nota, o mesmo discurso pronto daqueles que dizem que “o Judiciário brasileiro é independente, e que não vão aceitar pressão.”
 
A Justiça brasileira ainda tem salvação. Mas o caso Goldman demonstra que o nosso Judiciário precisa de uma forcinha da opiniao pública para abandonar a inércia.

http://oglobo.globo.com/blogs/brasilcomz/posts/2009/05/21/advogado-da-agu-defende-haia-no-caso-goldman-188241.asp

Offline Grace

  • Global Moderator
  • Veteran Member
  • *
  • Posts: 1981
Re: Hope is in the Air
« Reply #1 on: May 21, 2009, 10:29:46 AM »
"Toffoli teve mais coragem de defender a verdade do que toda a Inter-American Bar Association, que recitou, em nota, o mesmo discurso pronto daqueles que dizem que “o Judiciário brasileiro é independente, e que não vão aceitar pressão"


Eduardo points out the attitude of IABA, which clearly has been siding with PLeS.

I think PLeS gave them all the "sovereignity" speech, and since most members are Latin American, it is expected that they have some of sort of anti-americanism feeling.

geovaniadb

  • Guest
Minister of AGU said that Brazil must respect international law
« Reply #2 on: May 21, 2009, 01:06:34 PM »
:)I just read on O Globo/Blog (05/21/2009)
By Eduardo de Oliveira
http://oglobo.globo.com/blogs/brasilcomz/posts/2009/05/21/advogado-da-agu-defende-haia-no-caso-goldman-188241.asp
 
Uma luz se abre no túnel escuro do Judiciário brasileiro, e nem tudo está perdido no caso Goldman.
 
No último final de semana, o Advogado-Geral da União, ministro José Antonio Dias Toffoli, declarou que o Brasil deve respeitar as leis internacionais no caso da retenção ilegal de Sean Goldman no Brasil.

"O Estatuto da Criança e do Adolescente do Brasil dialoga com o tratado de Haia", disse Toffoli.

Dois dados se destacam na afirmação: 1) O ministro falou para uma platéia de aproximadamente 2,5 mil profissionais e estudantes de Direito, durante a abertura do III Congresso Mundial de Direito Público, em Recife. 2) Ele defendeu o que é certo para todo brasileiro, e não para uma minoria privilegiada.

Se tivesse ocorrido o contrário, disse Toffoli, sendo uma criança nascida no Brasil com pai brasileiro e mãe norte-americana falecida, por exemplo, a Convenção de Haia determinaria que o filho ficasse com a família brasileira.

Outro conceito defendido pelo ministro – e que já foi exposto aqui pelo juiz federal Roberto Wanderley Nogueira – é que "o Presidente da República possui a atribuição de dar ciência à população de leis e tratados consolidados e que a AGU tem esse papel." Ou seja, a presidência tem que agir.

“"Tudo isso é lei vigente no Brasil. E o número de tratados e normas internacionais que entram em vigor no país aumenta potencialmente", adicionou ele.

As opiniões do ministro chegaram aos ouvidos de Sergio Tostes, o advogado da família brasileira de Sean.

Segundo a revista “Veja,” Tostes teve uma reunião tão rápido quanto ríspida com Toffoli.
“Tostes queixou-se do que considerou envolvimento excessivo da AGU numa questão que envolve um brasileiro nato. Toffoli disse que trabalhava para o seu cliente, ou seja a União,” publicou a revista.

Nas poucas palavras acima, Toffoli teve mais coragem de defender a verdade do que toda a Inter-American Bar Association, que recitou, em nota, o mesmo discurso pronto daqueles que dizem que “o Judiciário brasileiro é independente, e que não vão aceitar pressão.”

A Justiça brasileira ainda tem salvação. Mas o caso Goldman demonstra que o nosso Judiciário precisa de uma forcinha da opiniao pública para abandonar a inércia.
That’s the Translation, sorry for the mistakes.

A light comes up from tunnel in the Brazilian Judiciary, and seems that the Goldman case has not been lost.

Past weekend, José Antonio Dias Toffoli, Minister of Union General Advocate, said that Brazil must respect international law in the case of illegal detention of Sean Goldman.
"The Status of Children and Adolescents in Brazil dialogues with THE HAGUE CONVENTION”, said Toffoli.

Two facts stand out in that statement: 1) The minister spoke to an audience of approximately 2500 law professionals and students, during the opening III Public Law World Congress, in Recife city. 2) He defended that the right is for every Brazilian, and not for a privileged minority.

If an opposite situation had occurred, said Toffoli, one child was born in Brazil with Brazilian father and American mother, and the mother had died for example, The Hague Convention determines that the child stays with the Brazilian family.

Another statement defended by the minister - and has been exposed here by the federal judge Roberto Wanderley Nogueira - is that "the President Lula has the allocation to inform the population about laws and treaties established and the AGU takes that role." That is, the President has to take action.

"This law has been force in Brazil. The number of treaties and international standards come into the country has increased potentially," he added.

The Toffoli statements reached Sergio Tostes, lawyer of the Brazilian family. According the Veja magazine, last Monday (May 21, 2009)" Tostes had a rough and quickly meeting with the Minister Toffoli. Tostes complained about the excessive involvement of the AGU in the case that involving a Brazilian born. Toffoli said that he works for your client, in the case the Union (Brazil) "the magazine published.

Those few words above, Toffoli had more courage to defend the truth than the whole Inter-American Bar Association, which recited a note: "the Brazilian Judiciary is independent and will not accept pressure”.

The Brazilian Justice has salvation. But the Goldman case shows that our Judiciary needs a push from public opinion to abandon the inertia.
 
By Eduardo de Oliveira
http://oglobo.globo.com/blogs/brasilcomz/posts/2009/05/21/advogado-da-agu-defende-haia-no-caso-goldman-188241.asp

Offline liesl78

  • Global Moderator
  • Veteran Member
  • *
  • Posts: 2105
Re: Minister of AGU said that Brazil must respect international law
« Reply #3 on: May 21, 2009, 01:12:17 PM »
It has been posted already so I've merged the posts
Liesl78
Moderator
BringSeanHome.org

JonathanR

  • Guest
Re: Hope is in the Air
« Reply #4 on: May 21, 2009, 06:11:53 PM »
this does sound like a good thing. he obviously can cut through this haze of lies and malice. but WHAT IS TAKING SO LONG??!!!!!!!! It's like waiting for a tree to grow!



Offline wicasa

  • Veteran Member
  • *****
  • Posts: 155837
Re: Hope is in the Air
« Reply #7 on: April 16, 2022, 01:08:29 AM »

Offline wicasa

  • Veteran Member
  • *****
  • Posts: 155837
Re: Hope is in the Air
« Reply #8 on: April 16, 2022, 01:09:36 AM »

Offline wicasa

  • Veteran Member
  • *****
  • Posts: 155837
Re: Hope is in the Air
« Reply #9 on: April 16, 2022, 01:10:43 AM »

Offline wicasa

  • Veteran Member
  • *****
  • Posts: 155837
Re: Hope is in the Air
« Reply #10 on: April 16, 2022, 01:11:50 AM »

Offline wicasa

  • Veteran Member
  • *****
  • Posts: 155837
Re: Hope is in the Air
« Reply #11 on: April 16, 2022, 01:12:57 AM »

Offline wicasa

  • Veteran Member
  • *****
  • Posts: 155837
Re: Hope is in the Air
« Reply #12 on: April 16, 2022, 01:14:04 AM »

Offline wicasa

  • Veteran Member
  • *****
  • Posts: 155837
Re: Hope is in the Air
« Reply #13 on: April 16, 2022, 01:15:11 AM »

Offline wicasa

  • Veteran Member
  • *****
  • Posts: 155837
Re: Hope is in the Air
« Reply #14 on: April 16, 2022, 01:16:18 AM »