Goldman Forums > Troca brasileira

Pai de Sean vê filho antes de voltar para EUA

(1/48) > >>

Brandy:
A agonia continua. O pai de S., de 9 anos, o americano David Goldman, soube na segunda-feira que seu filho lhe seria devolvido por ordem da Justiça Federal. Embarcou no primeiro avião para o Brasil, chegou na terça-feira e, no mesmo dia, à noite, ficou sabendo que o ministro Marco Aurélio Mello, do STF, suspendeu a determinação judicial, concedendo liminar a uma ação impetrada pelo Partido Popular (PP).
Como o Supremo Tribunal Federal só deverá julgar o caso em definitivo na próxima semana, Goldman já embarcou de volta para os Estados Unidos sem o filho.
Antes de viajar, ele teve autorização para se encontrar com S. durante duas horas na quarta-feira, no condomínio onde ele vive com a família da mãe, Bruna Bianchi, que morreu em agosto do ano passado. Desde então, Goldman disputa a guarda do menino na Justiça brasileira com o padrasto, João Paulo Lins e Silva.
 
“Nos abraçamos, rimos e montamos figuras juntos. Dei-lhe um helicóptero de brinquedo, carrinhos, doces. Ele me chamou de pai e lembrou dos passeios de barco, dos amigos dos EUA, dos avós paternos e dos primos”, disse Goldman, segundo relato do repórter André Zahar, da Folha.
Silvana Bianchi, a avó materna, gostou da decisão de Marco Aurélio Mello, que achou sensata. “É a vida da criança que está em jogo”.
Mas o pai não se conforma. Criticou a decisão de Mello, que foi, segundo ele, “de cortar o coração”. Em entrevista à rede americana NBC, na quarta-feira, o pai de S. garantiu:
“Não vou desistir. Ele virá para casa. Não acabou. Não posso desistir do meu filho”. Segundo o jornal O Globo, a entrevista foi transmitida ao vivo durante 6 minutos e 47 segundos no “Today Show”, o principal telejornal da NBC.
Em razão da longa disputa judicial, Goldman disse temer pelo bem estar de S. : “Ele vive num ambiente nada saudável. Tem que voltar para casa comigo”.
Já de volta aos Estados Unidos, à noite, David Goldman deu nova entrevista, desta vez a Larry King, no horário nobre da CNN, e chorou diante das câmaras por não ter conseguido levar o filho de volta.
 
Veja os outros capítulos desta novela nos posts anteriores publicados aqui no Balaio desde terça-feira.
A absoluta maioria dos leitores, que já enviaram até a manhã de hoje quase 300 comentários sobre o assunto, entende que S. deve ficar sob a guarda do pai biológico e não do padrasto.
Pela primeira vez desde que o Balaio entrou no ar, em setembro do ano passado, a maioria dos comentários é de mulheres, como Sonia Pontim, que escreveu às 23:22 de terça-feira:
 
“Deve ficar com o pai biológico, visto que ele foi raptado e não abandonado. Quanto ao fato de querer ficar no Brasil é óbvio que ele, com apenas 9 anos, está sofrendo pressão dos avós maternos”.
 
E você o que acha? Com a palavra, os leitores.
 
http://colunistas.ig.com.br/ricardokotscho/2009/06/04/pai-de-s-ve-filho-antes-de-voltar-para-eua/#comments

Etapa:
S. foi ouvido e não disse que queria ficar no Brasil, afirma advogado

Leitura boa do caso em outro canal de imprensa, a Globo sempre foi tendenciosa neste caso....
 
 
http://ultimosegundo.ig.com.br/brasil/2009/06/04/s+foi+ouvido+e+nao+disse+que+queria+ficar+no+brasil+afirma+advogado+6537944.html

Belleizel:
Querem de qualquer forma, como se diz, " enfiar goela abaixo, as mentiras". Mas isto esta ficando vergonhoso.
O amor e a verdade vai prevalecer, e sean vai viver feliz ao lado do pai.

Motherof2:

--- Quote from: Brandy;27853 ---A agonia continua. O pai de S., de 9 anos, o americano David Goldman, soube na segunda-feira que seu filho lhe seria devolvido por ordem da Justiça Federal. Embarcou no primeiro avião para o Brasil, chegou na terça-feira e, no mesmo dia, à noite, ficou sabendo que o ministro Marco Aurélio Mello, do STF, suspendeu a determinação judicial, concedendo liminar a uma ação impetrada pelo Partido Popular (PP).
Como o Supremo Tribunal Federal só deverá julgar o caso em definitivo na próxima semana, Goldman já embarcou de volta para os Estados Unidos sem o filho.
Antes de viajar, ele teve autorização para se encontrar com S. durante duas horas na quarta-feira, no condomínio onde ele vive com a família da mãe, Bruna Bianchi, que morreu em agosto do ano passado. Desde então, Goldman disputa a guarda do menino na Justiça brasileira com o padrasto, João Paulo Lins e Silva.
 
“Nos abraçamos, rimos e montamos figuras juntos. Dei-lhe um helicóptero de brinquedo, carrinhos, doces. Ele me chamou de pai e lembrou dos passeios de barco, dos amigos dos EUA, dos avós paternos e dos primos”, disse Goldman, segundo relato do repórter André Zahar, da Folha.
Silvana Bianchi, a avó materna, gostou da decisão de Marco Aurélio Mello, que achou sensata. “É a vida da criança que está em jogo”.
Mas o pai não se conforma. Criticou a decisão de Mello, que foi, segundo ele, “de cortar o coração”. Em entrevista à rede americana NBC, na quarta-feira, o pai de S. garantiu:
“Não vou desistir. Ele virá para casa. Não acabou. Não posso desistir do meu filho”. Segundo o jornal O Globo, a entrevista foi transmitida ao vivo durante 6 minutos e 47 segundos no “Today Show”, o principal telejornal da NBC.
Em razão da longa disputa judicial, Goldman disse temer pelo bem estar de S. : “Ele vive num ambiente nada saudável. Tem que voltar para casa comigo”.
Já de volta aos Estados Unidos, à noite, David Goldman deu nova entrevista, desta vez a Larry King, no horário nobre da CNN, e chorou diante das câmaras por não ter conseguido levar o filho de volta.
 
Veja os outros capítulos desta novela nos posts anteriores publicados aqui no Balaio desde terça-feira.
A absoluta maioria dos leitores, que já enviaram até a manhã de hoje quase 300 comentários sobre o assunto, entende que S. deve ficar sob a guarda do pai biológico e não do padrasto.
Pela primeira vez desde que o Balaio entrou no ar, em setembro do ano passado, a maioria dos comentários é de mulheres, como Sonia Pontim, que escreveu às 23:22 de terça-feira:
 
“Deve ficar com o pai biológico, visto que ele foi raptado e não abandonado. Quanto ao fato de querer ficar no Brasil é óbvio que ele, com apenas 9 anos, está sofrendo pressão dos avós maternos”.
 
E você o que acha? Com a palavra, os leitores.
 
http://colunistas.ig.com.br/ricardokotscho/2009/06/04/pai-de-s-ve-filho-antes-de-voltar-para-eua/#comments
--- End quote ---

Is it true that David is on his way back to the US as reported?

Brandy:

--- Quote from: Motherof2;28018 ---Is it true that David is on his way back to the US as reported?
--- End quote ---

Ave Motherof2!
 
Nao sei,
li noticias em ingles que David faria outra visita a Sean. Acho que ele ainda esta no Brasil.
Alguem sabe?
 
[]s

Navigation

[0] Message Index

[#] Next page

Go to full version