Welcome, Guest. Please login or register.

Author Topic: A Vontade de Sean segundo o laudo dos psicologos  (Read 2616 times)

0 Members and 1 Guest are viewing this topic.

Offline Brandy

  • Full Member
  • ***
  • Posts: 112
A Vontade de Sean segundo o laudo dos psicologos
« on: June 11, 2009, 08:59:06 AM »
Segue trecho do discurso de R.Zamariola sobre os laudos psicologicos de Sean no STF:
 
 
Gostaria apenas de usar a oportunidade que tenho nesta tribuna para desfazer uma imagem equivocada a respeito desse caso que tem sido divulgada especialmente pela midia brasileira e que já começa a ressoar dentro do proprio poder judiciario.
 
Em absoluto. Jamais o interesse dessa criança foi descurado pelo juizo federal da 16 vara federal do Rio de Janeiro. Sobre determinaçao do juizo da 16 vara federal, foi realizado uma extensa avaliaçao psicologica do caso que ao longo de 05 meses compreendeu entrevista com a criança, entrevista com o padrasto, entrevista com o pai,entrevista com os avos maternos, visita domiciliar e visita a escola da criança.
 
Quando dessa, da entrevista que concedeu as 03 peritas judiciais designadas pela justiça federal, o menor, depois da realizaçao de diversos testes, destinado a colocar em contato com seu conteudo mais intimo,
com aquilo que as peritas chamaram de seu conteudo latente.
O menor perguntado sobre sua opiniao respondeu:
- Tanto faz, é o juiz quem manda.

Somente depois da interferencia da assistente tecnica do padrasto da criança, é que ela modificou seu comportamento e passou a dizer que queria ficar no Brasil e esta circunstancia de que ela modificou o comportamento apos intervençao da assistente tecnica
do réu (Joao Paulo Lins e Silva) é expressamente referida no laudo pericial.

Dizem as peritas unanimente,
A partir da intervençao da doutora Vera, Sean mudou, ai sim,foi como se a familia tivesse sido colocada dentro da sala, fazendo com que lembrasse da lealdade que a ela deve prestar. Da culpa, caso venha trai-la.

Este menor realmente, depois da intervençao da doutora Vera, disse que sua preferencia era permanecer no Brasil e disse mais de uma vez.Mas o laudo nao se baseia exclusivamente na resposta *Tanto Faz* que a criança concedeu as peritas judiciais.

O laudo fez uma analise ampla do caso e diagnosticou nessa criança um mal que tem sido conhecido no seio da ciencia psicologica como sindrome de alienaçao parental.
Uma patologia que é verificada em crianças que sao continuamente expostas a um processo
de difamaçao da imagem de um de seus genitores.A respeito da sindrome de alienaçao parental, dizem as peritas:

*Lavagem celebral, programação,manipulação, qualquer termo com o qual queiram chamar este processo, é destrutivo para a criança e para o genitor alienado.
Nenhum do dois será capaz de levar uma vida normal a menos que o dano seja interrompido.*
 
Leio mais um trecho do laudo pericial.
*O grande problema aqui é que Sean confia no que sentiu e ouviu do padrasto e da familia materna, ou seja
que seu pai lhe abandonou.Sabe que pode contar com os avós maternos mas desde que não possa experimentar contar com o pai porque isto os magoariam.
Olhando por este angulo, dizem as peritas, a morte da mãe e a continuidade da permanencia de Sean com a familia materna. agravam a alienação parental.
 
Sobre as opiniões manisfestadas efetivamente pela criança, dizem as peritas, Sean nao tem condiçoes psicologicas ou emocionais para dizer o que realmente deseja.
Escolher ir para os Estado Unidos e ficar com seu pai significaria ser ingrato, significaria trair sua mãe.Essa escolha tambem significaria trair seu padrasto, seus avós maternos,e tambem condenar esta familia já tão sofrida a mais uma perda.*
 
Conclui as peritas: Se isto é pesado até para um adulto o que dirá para uma criança de nove anos.
Sean esta carregando nos ombros um peso muito maior do que pode aguentar.
A defesa insiste em que a criança devia ter sido ouvida pelo juiz da causa e não por uma equipe de peritas judiciais.
 
A convenção sobre os direitos da criança mencionada nessa tribuna a poucos minutos, diz mesmo que a criança tem o direito de ser ouvida em materias que seja de seu interesse e diz o seguinte:
Com tal proposito de ouvir a criança, se proporcionará a criança em particular a oportunidade em ser ouvida em todo o processo judicial ou administrativo que afete a mesma .Quer diretamente, quer por intermedio de um representante ou orgão apropriado.
 
Eu pergunto, o que parece mais razoavel? Levar uma criança de 09 anos sujeita a uma pesada carga emocional como descrita no laudo pericial a um tribunal de justiça para que essa criança seja colocada perante um juiz de direito, um membro do ministerio publico
um advogado do pai, um advogado do padrasto,um advogado da união. Para ser perguntado neste ambiente que causa temor reverencial até em adultos, as opinioes sobre um caso tao complexo quanto este.
Que parece mais razoavel? isto ou designar uma equipe tecnica, uma equipe composta por profissinais tecnicos,por profissinais que são formados para saber buscar nos locais mais intimos de uma criança , as suas opinioes verdadeiras.
 
O que parece mais razoavel? Que a criança seja ouvida em juizo ou por estes profissionais tecnicos no ambiente adquado como fez o juizo da 16 vara federal. Este juizo só o que fez, foi respeitar a dignidade desta criança desde o inicio do processo.
 
E porque o laudo refere que a criança se encontra sob violencia psicologica no BRASIL, é que o juiz determinou o imediato retorno da criança aos Estados Unidos. Nao existe, quero insistir conflito entre principios da constituição e aplicação fria da convenção de Haia.
comprovou-se no autos do processo pra alem de tudo que dispoe a convenção de Haia, que o interesse desta criança retornar a companhia do pai.
 
Eu gostaria de concluir meu raciocinio propondo uma forma. na estera da sentença, inclusive, uma forma um pouco diferente de olharmos pro caso .A defesa da permanencia de Sean no Brasil, foca-se no periodo de tempo desde quando esta criança já esta no Brasil afastada do pai.
Eu proponho que voltemos os nossos olhos pro futuro, para o periodo de tempo que essa criança ainda tem a viver.
Infelizmente essa criança não mais poderá conviver com sua mae, ao menos nao nessa vida. nao poderá reatar os laços de carinho e afeto com sua mae mas ela tem um pai.Um pai que jamais desistiu dela. Um pai que luta por ela de maneira comovente ha muitos anos.
 
Um pai com que nao sequer existe acusação de conduta desabonadora, não é uma questao de ausencia de prova, é uma questao de ausencia de acusação.
Será que é razoavel privarmos esta criança que tem a vida pela frente, tem adolescencia pela frente, do convivio com esse pai?
Se fizermos isso, no meu modo de ver, estaremos fazendo deste menino já orfão de mãe, tambem orfão de pai.
Não me parece razoavel sob nenhuma perspectiva.
 
 
Muito obrigado.
Ricardo Zamariola em audiencia no STF 10-06-2009
« Last Edit: June 11, 2009, 09:12:09 AM by Brandy »

Offline Belleizel

  • Sr. Member
  • ****
  • Posts: 266
  • Beautiful place...
Re: A Vontade de Sean segundo o laudo dos psicologos
« Reply #1 on: June 11, 2009, 09:43:43 AM »
http://www.yehplay.com/musics/Ricardo-Zamariola-Junior-Caso-Sean/306147/
 
Segue o link do Zamariola.
 
"Na batalha mesmo a luta sendo ardua, muitos perdem a vida, mas outros apesar de feridos, nao desistem de lutar!"

Offline Belleizel

  • Sr. Member
  • ****
  • Posts: 266
  • Beautiful place...
Re: A Vontade de Sean segundo o laudo dos psicologos
« Reply #2 on: June 11, 2009, 09:47:50 AM »

Offline Belleizel

  • Sr. Member
  • ****
  • Posts: 266
  • Beautiful place...
Re: A Vontade de Sean segundo o laudo dos psicologos
« Reply #3 on: June 11, 2009, 09:51:34 AM »
http://www.yehplay.com/musics/Jose-Antonio-Dias-Toffoli-AGU-Caso-Sean/306609/
 
Tofolli, esperamos que todas as criancas retidas ilegalmente, retornem para suas respectivas casas.

Offline liesl78

  • Global Moderator
  • Veteran Member
  • *
  • Posts: 2105
Re: A Vontade de Sean segundo o laudo dos psicologos
« Reply #4 on: June 11, 2009, 11:00:49 AM »
Maravilhosos discursos! Foi um show atras de outro, Zamariola, Toffoli, Min. Gracie...
Liesl78
Moderator
BringSeanHome.org

Offline Mom25

  • Veteran Member
  • *****
  • Posts: 1290
Re: A Vontade de Sean segundo o laudo dos psicologos
« Reply #5 on: June 11, 2009, 11:20:04 AM »
yeah!! um show atras do outro!! e haja coracao!!
Mom25 (She of Many Names)
A união faz a força

Offline rcgracia

  • Sr. Member
  • ****
  • Posts: 372
Re: A Vontade de Sean segundo o laudo dos psicologos
« Reply #6 on: June 11, 2009, 01:52:15 PM »
Foi um show de estrelas de pessoas competentes, brilhantes!!!

Eh haja coracao pra aguentar tanta emocao!!!:cheer:

Offline Luc

  • Full Member
  • ***
  • Posts: 133
Re: A Vontade de Sean segundo o laudo dos psicologos
« Reply #7 on: June 11, 2009, 02:58:49 PM »
Quote from: rcgracia;32039
Foi um show de estrelas de pessoas competentes, brilhantes!!!

Eh haja coracao pra aguentar tanta emocao!!!:cheer:


Os meus pais estavam vendo no Brasil e acharam que os defensores do Sean deram um show, mostraram convicçao. Ja Tostes e cia nao mostraram nenhuma convicçao, como se soubessem que estavam defendendo o indefensavel.

Offline Grace

  • Global Moderator
  • Veteran Member
  • *
  • Posts: 1981
Re: A Vontade de Sean segundo o laudo dos psicologos
« Reply #8 on: June 11, 2009, 04:34:13 PM »
Fiquei muito orgulhosa deles...seria otimo se os americanos no site pudessem pelo menos ler os discursos.

Offline Pepe

  • Full Member
  • ***
  • Posts: 27
Re: A Vontade de Sean segundo o laudo dos psicologos
« Reply #9 on: June 11, 2009, 04:49:46 PM »
Gostei tambem do verdadeiro PITO que o ministro Peluzzo passou no pessoal que propos a ação (só faltou, na minha opinião, chamar de "bonito" e perguntar se eles não tinham vergonha de propor uma ação como aquela... ).
 
Por volta do minuto 52 do audio que está no link
http://migre.me/22c2 , por exemplo, ele diz o seguinte:
 
"não se pode nem argumentar que não teriam tempo [para propor um recurso seguindo as vias normais] .. porque só a construção desta belíssima ação .. esta petição inicial é uma peça de arte jurídica, pena que o que lhe sobra em engenhosidade lhe falta em juridicidade ... isto mostra bem que havia tempo mais do que suficiente para elaborar no mesmo prazo .. uma boa apelação..."

Offline FC_Florida

  • Veteran Member
  • *****
  • Posts: 569
Re: A Vontade de Sean segundo o laudo dos psicologos
« Reply #10 on: June 11, 2009, 08:17:01 PM »
Quote from: Pepe;32133
Gostei tambem do verdadeiro PITO que o ministro Peluzzo passou no pessoal que propos a ação (só faltou, na minha opinião, chamar de "bonito" e perguntar se eles não tinham vergonha de propor uma ação como aquela... ).
 
Por volta do minuto 52 do audio que está no link
http://migre.me/22c2 , por exemplo, ele diz o seguinte:
 
"não se pode nem argumentar que não teriam tempo [para propor um recurso seguindo as vias normais] .. porque só a construção desta belíssima ação .. esta petição inicial é uma peça de arte jurídica, pena que o que lhe sobra em engenhosidade lhe falta em juridicidade ... isto mostra bem que havia tempo mais do que suficiente para elaborar no mesmo prazo .. uma boa apelação..."

Eu ouvi isso, ali'as foi uma das poucas frases que consegui ouvir durante a audiência, sem as paradas irritantes do "buffering" e antes do meu computador travar...Tb. achei sensacional!
Isso mostra o quanto o judiciário no Brasil é pura espuma....volume sem substância. Com raras exceções, tenho que admitir, depois de ler aqui o discurso do Zamariola, dos comentários do Toffoli e da ministra Gracie. Esses são profissionais competentes, avis raras...que me deixam um pouco otimistas com o Brasil.
* FC_Florida *

Offline Ana Cristina Costa

  • Full Member
  • ***
  • Posts: 94
Re: A Vontade de Sean segundo o laudo dos psicologos
« Reply #11 on: January 03, 2010, 11:25:37 AM »
Meus amigos esses links com YEHPLAY não dão em lugar algum.

Quote from: Belleizel;31910
http://www.yehplay.com/musics/Ellen-Gracie-Caso-Sean/306608/
 
Agora a ministra dando um show.
David, you are a true inspiration to all of us! :clapping:
I know Sean will be the happiest son ever because
he has the best father any child could wish for ;)
God bless you for never giving up!