Welcome, Guest. Please login or register.

Author Topic: Folha de São Paulo: Silvana pediu apoio do Senado p/ visitas  (Read 1003 times)

0 Members and 1 Guest are viewing this topic.

Offline JuliRosi

  • Veteran Member
  • *****
  • Posts: 622
Avó de Sean pede ajuda ao Senado para visitar neto
Publicidade
NOELI MENEZES
da Sucursal de Brasília

Atualizado às 20h16.

A avó materna do menino Sean Goldman, Silvana Bianchi, pediu nesta terça-feira o apoio do Senado para garantir o direito de visita ao neto nos Estados Unidos, previsto na Convenção de Haia.

Silvana se reuniu com o presidente da CDH (Comissão de Direitos Humanos), Cristóvam Buarque (PDT-DF), que afirmou que pretende entrar em contato com o Ministério das Relações Exteriores e autoridades ligadas aos direitos humanos para esclarecer como o governo brasileiro pode ajudar a garantir o direito de visita.

No mês passado, ela e o marido foram a New Jersey e se reuniram com pai de Sean, David Goldman, e um psicólogo. Como não conseguiram se encontrar com o menino, entraram com um pedido de urgência para ver a criança, mas o juiz negou o pedido, argumentando que Sean está em período de adaptação naquele país e que a visita não seria apropriada no momento.

Silvana diz que Goldman também tem impedido que ela de conversar com o menino pelo telefone.

O caso

Sean nasceu nos Estados Unidos e aos 4 anos veio com a mãe, Bruna Bianchi Goldman, passar férias no Rio. Dias depois da chegada, Bruna comunicou a David que pedira o divórcio pelas leis brasileiras. Casou-se, pouco depois, com o advogado João Paulo Lins e Silva e em 2008 morreu durante o parto da filha.

Desde então, as famílias brasileira e norte-americana disputam a guarda do menino. O assunto chegou a ser tratado em encontro entre o presidente Luiz Inácio Lula da Silva e a secretária de Estado Hillary Clinton, no ano passado.