Welcome, Guest. Please login or register.

Author Topic: O Globo/ Foundation publishes Sean's photo four years after leaving Brazil  (Read 2277 times)

0 Members and 1 Guest are viewing this topic.

Offline JuliRosi

  • Veteran Member
  • *****
  • Posts: 622
:21/12/13 - 21h54
http://oglobo.globo.com/rio/fundacao-divulga-foto-do-menino-sean-quatro-anos-apos-deixar-brasil-11135368 Fundação divulga foto do menino Sean quatro anos após deixar Brasil
  • Hoje com 13 anos, ele foi alvo de uma disputa judicial entre o pai americano e a família brasileira
  • Entidade foi criada pelo pai do garoto no fim dos anos 2000
O GLOBO (Email · Facebook · Twitter)Publicado:21/12/13 - 21h54Atualizado:21/12/13 - 21h55Sean e o pai em pescaria antes do NatalFoto: Divulgação Sean e o pai em pescaria antes do Natal  Divulgação RIO - Perto de completar quatro anos da decisão judicial que determinou a volta do menino Sean Goldman para os Estados Unidos, a fundação criada pelo pai ( ‘Tragam Sean para casa’, na tradução livre) divulgou uma foto (veja) do garoto, hoje com 13 anos, na sexta-feira à noite. Na imagem, pode-se ver ambos em uma pescaria em local não divulgado. Crescido, Sean está quase da altura do pai, David, que tem 1,85m.
O menino Sean Goldman foi alvo de uma grande batalha judicial envolvendo o pai, o americano David Goldman, e a família da mãe, a estilista brasileira Bruna Bianchi, que morreu em 2008. Sean, que hoje tem 13anos, mora com o pai nos Estados Unidos e há quatro anos não vem ao Brasil.
A mãe do menino, Bruna, trouxe Sean para o Brasil em 2004 para passar férias, mas ligou para David pedindo a separação logo depois. Ela conseguiu a guarda do menino, casou de novo e acabou morrendo no parto de sua filha com o brasileiro João Paulo Lins e Silva. A guarda de Sean passou a ser disputada então pelo padrasto e pelo pai do menino, que acabou conseguindo levá-lo para os Estados Unidos. A secretária de estado americano, Hillary Clinton, chegou a telefona para David Goldman - pai do menino Sean, durante sua viagem ao Brasil, para confirmar o compromisso de ajudá-lo a ganhar a guarda do menino de volta.
Em dezembro de 2009, depois de uma briga que durou cerca de um ano e meio, o menino, que na época tinha 9 anos, foi morar com o pai nos Estados Unidos. A batalha judicial mobilizou a opinião pública do Brasil e dos EUA. Ele embarcou com o pai, David, para Nova Jersey, em avião fretado pelo governo americano. Vestindo uma camisa com a bandeira do Brasil e chorando, Sean foi entregue pela avó e pelo padrasto brasileiro no consulado americano no Centro do Rio, onde dezenas de jornalistas e o pai o aguardavam. Abalada, a avó contou que o governo americano proibiu que ela acompanhasse o neto na viagem. Em carta, o pai de Sean agradeceu o apoio de brasileiros e americanos. Uma semana depois de chegar ao país, o pai afirmou à rede de à rede de televisão americana NBC que o filho ainda não o chamava de pai.
 Google Translation: Foundation publishes Sean's  photo  four years after leaving Brazil

Today aged 13 , he was the subject of a legal dispute between American father and Brazilian family

O Globo

RIO - Near complete four years of the court decision that determined the return of Sean Goldman to the United States , the foundation created by the father ( ' Bring Sean home ' , in free translation ) released a picture (see ) the boy today aged 13 , on Friday evening . In the picture , you can see both in a fishery undisclosed location . Grown , Sean is almost the height of his father, David, who is 1.85 m .

The boy Sean Goldman was honored during a court battle involving her father , the American David Goldman , and his mother's family , the Brazilian designer Bruna Bianchi , who died in 2008 . Sean , who is now 13yrs , lives with his father in the United States four years ago does not come to Brazil .

The boy's mother , Bruna , brought Sean to Brazil in 2004 for a holiday , but David called asking for separation soon after. She got custody of the boy, remarried and died in childbirth of her daughter with the Brazilian Joao Paulo Lins e Silva . The guard Sean then became disputed by her stepfather and the boy's father , who eventually managed to get him to the United States . U.S. Secretary of State Hillary Clinton arrived to call for David Goldman - father of Sean , during his trip to Brazil , to confirm the commitment to help you win custody of the boy back .

In December 2009 , after a fight that lasted about a year and a half the boy, who was then 9 years old, went to live with his father in the United States . The legal battle has mobilized public opinion in the U.S. and Brazil . He embarked with his father , David , to New Jersey in plane chartered by the U.S. government . Wearing a shirt with the flag of Brazil and crying , Sean was delivered by the Brazilian stepfather and grandmother at the U.S. Consulate in downtown Rio , where dozens of journalists and father were waiting . Shaken , the grandmother told the U.S. government forbade her to accompany the grandson on the trip . In a letter , Sean's father thanked the support of Brazilians and Americans . A week after arriving in the country, the father told the U.S. television network NBC that his son has not called him father.

URL : http://glo.bo/1970ARW 
« Last Edit: December 22, 2013, 10:10:26 AM by JuliRosi »